Teresa e as cigarras*

Teresa e seu Chico brincam com casquinhas de cigarras perto da árvore Maria Teresa, que plantamos em homenagem à nossa filha quando mamãe estava grávida da Tetê

Consegui ensinar uma coisa para minha filha que me custa aprender: gostar de cigarras. Elas fazem muito barulho, se sacodem de um jeito esquisito, mas… são parte ativa de Brasília.

E sempre quis que a Tetê, como brasiliense que é, não carregasse meus traumas. Risos. Por isso, quando a Luíza e a Nina resolveram educar a Tetê neste bom caminho (o post tá ali no link da Luíza), eu não me opus… E incentivei que o zelador, a babá, e outros amigos também fizessem o mesmo!

Super liberdade com as cigarras! Vivas ou mortas!

Pra completar, eu mesma tive que aprender a pegar “quicaínhas“, pra Tetê fazer carinho… e conversar com elas, e até tirar a tela mosquiteira da janela pra elas poderem chegar mais perto da Tetê.

Filho ensina cada uma pra nós…

*Post escrito em novembro de 2012, Teresa com 2 anos e 2 meses. Decidi não esperar e o Pablo nascer e as cigarras chegarem para publicá-lo! :-S

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Teresa e as cigarras*

  1. Isabela disse:

    Tetê, que bom que vc é amiga das cigarras! E que coragem hein? Pq eu, só de ver os bichinhos já fiquei arrepiada! 😛

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s