Voltamos com tudo!

Quinze dias depois que o tio Fábio, a tia Fernanda e a Flavinha foram embora de San Diego, a vovó Amelia e o vovô Jorge chegaram para ajudar a gente a desmontar a casa — e passear um pouquinho também. Foram os dias mais planejados da minha vida, dado, também, o nível de caos que tínhamos para finalizar. Era passeio pra fazer (inclusive lugares que a gente ainda não tinha visitado, como a Legoland, que é muito legal!) intercalado com malas para fazer, as despedidas e… as últimas comprinhas, né?

IMG_0039

No meu sonho ideal, quando meus pais chegassem eu estaria pelo menos com algumas malas feitas, pelo menos as de roupas que eu não precisasse mais usar. (Dica pra quem tem que desmontar uma casa e fazer mudança: comece pelas coisas que você precisa continuar usando, como se fosse uma mala de viagem. Porque aí o resto você empacota do jeito que der!). Bom, fato é que eu tentei, antes dos meus pais chegarem. Mas não consegui. Tudo que eu empacotava a Tetê tirava, e ainda tinha o Pablo pra cuidar, as últimas coisas do doutorado sanduíche do Dani pra fazer. Foi um caos! Risos.

2014-03-19 10.47.49

Despedida das professoras da universidade: Alice, Ahyehang e Gwena

Aí, quando eles chegaram, melhorou bastante! Porque eles podiam ajudar com as coisas da rotina da casa, podiam levar as crianças pra passear… Só que tanto a Tetê quanto, principalmente, o Pablo, só queriam saber de ficar pendurados na gente! Principalmente em mim… e eu que tinha bolado uma estratégia para as malas.

Teresa se despedindo dos móveis e da casa. Minha filha é uma gata

Teresa se despedindo dos móveis e da casa. Minha filha é uma gata

Mas nós conseguimos. Trabalhamos noite adentro, devolvemos tudo o que nos emprestaram, doamos o equivalente a umas seis malas grandes de roupas e brinquedos, nos mudamos na última semana pra casa da tia Selih e tio Roger, vendemos as coisas grandes que nenhum dos nossos amigos queriam e empacotamos o resto. Exatamente mais 9 malas (8 de 32 kg e uma de 23 kg, pagando uma mala extra apenas — minha mãe levou uma; lembrem-se que meu cunhado tinha levado outras 3) e 5 bagagens de mão  (sendo que uma foi com minha mãe), mais o carrinho, a cadeirinha do Pablo, o anexo do carrinho e as nossas bolsas. 🙂

Foi duro sair de San Diego tão carregados. Foi duro fazer a viagem assim. E foi ótimo chegar em casa e ser recebidos pelos amigos! A Anna e o Kameoka nos buscaram no aeroporto com nosso carro, e o Marcelo e a Rosa com o caminhão que levou as malas. Chegamos em casa e fomos recepcionados, com a casa reformada, pela Clara e Daniel com Davi e Mateus e pela Rosana e Davi com Joana, Marília e Berenice. Foi ótimo para a Tetê se empolgar com a volta!

Despedida da tia Hilse, tia Selih, tio Roger

Despedida da tia Hilse, tia Selih, tio Roger

Três dias depois eu voltei ao trabalho, um dia antes as crianças voltaram pra escola, mas isso tudo já é assunto pra outro post!

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s